NOTÍCIA


Crédito: Alistair Guthrie/Divulgação

Of Islands Northland

PARA ENTENDER - RAPIDINHO

Nova Zelândia comemora 200 anos de produção de vinho


NOVA ZELÂNDIA - Reproduzimos abaixo texto encaminhado pela Agência Ideal H+K Strategies acerca dos 200 anos da produção de vinhos na Nova Zelândia.

Crédito: David Wall/Divulgação

Vineyard Lake Wanaka


“A Nova Zelândia oferece diversos atrativos para seus visitantes, seja paisagens exuberantes, a encantadora cultura Maori como também vinhos de excelente qualidade. Entretanto, poucos sabem como a produção de vinho começou no país, que é hoje reconhecido por sua reputação premium, diversidade e sustentabilidade. Atualmente, movimenta cerca de R$ 6 bilhões ao ano em exportações.

A indústria de vinho na Nova Zelândia possui mais de 700 vinícolas e 600 produtores de uva. Com 76% da produção total, Sauvigon Blanc é a variedade mais produzida, seguida por Pinot Noir e Chardonnay.

Tudo começou com o reverendo Samuel Marsden, que no final de 1819 plantou uma videira nas terras férteis de Kerikeri, na região de Bay of Islands. Esse fato concedeu ainda uma história única, já que a Nova Zelândia é um dos poucos países no mundo em que se sabe a data exata do plantio da primeira videira.

Ao longo dos séculos 19 e 20, a chegada de europeus contribuiu para o estabelecimento de plantações de uva em diversas regiões, contribuindo para o estabelecimento das regiões vinícolas da Nova Zelândia. Mas só na segunda metade do último século que os produtores de vinhos locais começaram a ganhar relevância no cenário internacional, primeiro com o premiado Sauvignon Blanc, depois pelo Pinot Noir.

Além da qualidade do vinho, os produtores se preocupam também com a sustentabilidade e inovação para preservar as regiões férteis. Por isso, eles se comprometeram em protegê-las pelos próximos 200 anos. Esse comprometimento fez com que 98% da produção do país tenha certificado de sustentabilidade, uma ação voluntária de proporção única no mundo.

Em seu diário, Marsden escreveu que “a Nova Zelândia promete ser muito favorável à produção de vinho, por conta de sua natureza, solo e clima. Se a parreira viver, provará a vasta importância desta parte do globo”. Os números e a história comprovam que o reverendo tinha razão.

Histórico da produção de vinho na Nova Zelândia
- O primeiro vinho que se tem registro foi feito em Bay of Islands na década de 1830.
- O primeiro produtor foi James Busby – representante da coroa Britânica na Nova Zelândia.
- Busby viveu em Waitangi, hoje importante local histórico por conta da assinatura do acordo entre os britânicos e maoris.
- Busby ajudou a construir o Tratado de Waitangi – documento da fundação da nação: Aotearoa Nova Zelândia.
- Quando o explorador naval francês Jules Dumont d’Urville visitou a Bay of Islands em 1840, ficou desapontado em não encontrar Busby em casa.
- Mas, d’Urville provou o vinho do Busby, e em seguida fez a primeira avaliação do produto: ‘Com muito prazer concordei em provar o produto do vinhedo que acabei de ver. Me deram um vinho branco leve, espumante, e com um sabor delicioso que eu apreciei muito’.”


Mais...
ComentarTirar
Dúvida
Seguir
Por
E-Mail
Ver
Mais
Notícias
Ver
Produtos
e Livros

PUBLICAÇÃO DE 26 DE NOVEMBRO DE 2019


Ver mais notícias


Compartilhar

Tags  para entender, rapidinho, ideal h+k strategies , nova zelândia, , nova zelândia, 200 anos da produção de vinho na nova zelândia


Pesquisar no Vinho&Cia

Seguir o Vinho&Cia nas redes sociais

    

  © ConVisão | Desde 1991