NOTÍCIA


Crédito: Site Empratado

Vinho Periquita

O QUE BEBER - QUE VALE A PENA

De roupa nova: Periquita apresenta novos rótulos


PORTUGAL - POR GLAUCIA BALBACHAN - Em lançamento especial, Domingos Soares Franco, o ilustre enólogo e vice-presidente de uma das marcas mais icônicas de Portugal, trouxe a São Paulo os rótulos novos do seu vinho Periquita.
Tradicional, mas sempre olhando para o futuro de maneira inovadora, a marca Periquita foi uma das primeiras a chegar ao Brasil por volta de 1920, sendo uma das mais conhecidas e consumidas pelos brasileiros. É um vinho saboroso, descomplicado, de bom preço, está presente na maioria dos supermercados do país e serve de curinga para todas as ocasiões.

Crédito: Site Empratado

Vinho Periquita


Durante o lançamento, entrevistamos o enólogo Domingos Soares Franco sobre o Vinho Periquita.

Glaucia Balbachan: Por que o nome Periquita?

Domingos Soares Franco: O nome foi inspirado em uma propriedade chamada Cova da Periquita, que ficava perto da nossa vinícola em Azeitão, no alto da serra, e sem periquitos por lá.

Glaucia Balbachan: Quais as características principais do Periquita?

Domingos Soares Franco: Penso que seja elegante, harmonioso e fácil de se beber. O objetivo é descomplicar! Menos é mais! Talvez essa formula seja o sucesso desse vinho por tantos anos.

Glaucia Balbachan: O que é vinho para você?

Domingos Soares Franco: É algo que toca a minha alma! É algo que vivo dia-a-dia! Penso em vinho a todo o momento; em estilos, características, evolução, e também em poder apreciar outros vinhos. O vinho é algo que faz parte de mim minuto a minuto! Nasceu e vai morrer comigo!

Glaucia Balbachan: Como se inova mesmo fazendo uma receita há tantos anos?

Domingos Soares Franco: Um dia o meu pai me disse: olhe para o futuro, mas nunca se esqueça das suas raízes. Neste caso, o Periquita olha para o consumidor, seu estilo de vida e paladar. Muitas vezes a natureza nos ajuda a inovar o vinho. Ter novo rótulo é outra maneira de inovar, mas as raízes devem permanecer.

Crédito: Site Empratado

Ilustração


Para degustação, já com nova roupagem nos chegou à mesa o Periquita Branco.
É um blend de Verdelho, Viosinho, Viognier e Sauvignon Blanc. Tem reflexos esverdeados e na taça se sente o frescor. É cítrico e floral nos aromas. No paladar, é redondo, fresco, com acidez deliciosa e persistência media. Valor médio de R$ 55,00.
Em seguida, fomos de Periquita Tinto, que traz um corte de Castelão, Tricadeira e Aragonês. Com passagem por 6 meses em carvalho francês e americano (madeira nova e usada), o aromático vinho português traz frutas vermelhas como: morangos, cerejas, amoras e groselha. No paladar, é saboroso, frutado, fresco, redondo com taninos elegantes e persistência média. Sem erro! Valor médio: R$55,00.
E fechamos a noite lusitana com o Periquita Reserva, que na sua composição é a mescla de Castelão, Touriga Nacional, e Touriga Franca. Com passagem por carvalho francês e americano (em madeira nova e usada) no período de 8 meses, o vinho apresenta os aromas amoras, morangos, ameixas e baunilha. Na boca, maciez, sabor marcante, boa persistência, frescor e fruta no final. Uma delicia. Valor médio: R$80,00.

Periquita
Importadora: www.interfood.com.br


Glaucia Balbachan (de São Paulo) é jornalista, autora do site empratado.com.br


Mais...
ComentarTirar
Dúvida
Seguir
Por
E-Mail
Ver
Mais
Notícias
Ver
Produtos
e Livros

PUBLICAÇÃO DE 4 DE JULHO DE 2018


Ver mais notícias


Compartilhar

Tags  o que beber, que vale a pena, interfood, portugal, , portugal


Pesquisar no Vinho&Cia

Seguir o Vinho&Cia nas redes sociais

    

  © ConVisão | Desde 1991