NOTÍCIA


Crédito: Euclides Penedo Borges

Parque de Exposições de Düsseldorf

PARA ENTENDER - RAPIDINHO

A maior feira de vinhos do mundo


ALEMANHA - POR EUCLIDES PENEDO BORGES - No mês de março passado minha posição de sócio da Bodega Otaviano (Vinhos Penedo Borges de Mendoza, Argentina) levou-me de volta a Düsseldorf, Alemanha, onde estagiei ainda jovem como engenheiro recém-formado. Meu interesse naquela época distante era a Siderurgia. O mundo deu voltas, muitas voltas, e retornei agora com um interesse bem diferente, a Vinicultura.
Realiza-se anualmente no gigantesco Parque de Exposições de Düsseldorf, por 3 dias, a PROWEIN, a mais importante feira de vinhos do mundo congregando em um único espaço produtores e compradores dos 5 continentes.

Nessa versão de 2018 compareceram 64 países sendo que somente Itália, França e Alemanha contaram em conjunto com mais de mais de 4.000 expositores, em stands individuais ou compartilhados, perto de 60% de um total que chegou a 6.800 expositores.

Crédito: Euclides Penedo Borges

Parque de Exposições de Düsseldorf



Não se trata de novidade. A feira encontra-se em sua edição de número 25 pois a primeira deu-se em 1994. Chama a atenção de qualquer forma a pujança do mercado mundial de vinhos que levou 60 mil pessoas – produtores, compradores, traders, importadoras e exportadoras, enófilos em geral – àquela bela e civilizada cidade às margens do Rio Reno.

Inúmeros negócios foram fechados entre fornecedores e compradores em transações que se contam, em alguns casos, em milhões de dólares ou euros.

Nós, sul-americanos do Cone Sul, marcamos presença em um dos espaços nobres, cobertos e com com calefação, à disposição de produtores não-europeus. Ali, ao lado de regiões ou paises tão díspares como Califórnia, China e África do Sul, encontravam-se os stands de Argentina, Brasil, Chile e Uruguai o que aponta para importante alteração no Atlas Mundial do Vinho na medida em que tais países eram praticamente desconhecidos como produtores de vinho há trinta anos atrás.

A procissão de interessados internacionais que passa pelos corredores pode então constatar e atestar o progresso da industria viti-vinícola na América do Sul, elogiando e surpreendendo-se com a qualidade, a diversidade e a especificidade de seus brancos, tintos e rosés, dos seus espumantes e dos vinhos de sobremesa, em particular do Malbec argentino, do Merlot brasileiro, do Carmenère chileno, do Tannat uruguaio.


Euclides Penedo Borges (do Rio de Janeiro) é professor e ex-presidente da ABS-Rio, e autor de 5 livros sobre vinhos


Mais...
ComentarTirar
Dúvida
Seguir
Por
E-Mail
Ver
Mais
Notícias
Ver
Produtos
e Livros

PUBLICAÇÃO DE 4 DE JUNHO DE 2018


Ver mais notícias


Compartilhar

Tags  para entender, rapidinho, euclides penedo borges, alemanha, , alemanha


Pesquisar no Vinho&Cia

Seguir o Vinho&Cia nas redes sociais

    

  © ConVisão | Desde 1991